sábado , fevereiro 24 2018
Home / Coluna da Gazeta / Frase: ”A corrupção não é uma invenção brasileira, mas a impunidade é uma coisa muito nossa” (Jô Soares)

Frase: ”A corrupção não é uma invenção brasileira, mas a impunidade é uma coisa muito nossa” (Jô Soares)

Paulo Alberti Filho

SUSPEITAS

A Comissão de Sindicância instaurada pela Prefeitura para apurar o reconhecimento de dívida sem contrato da ordem de R$ 8milhões com a ABBC, organização social (OS) que administrou a Saúde no município durante o governo do PT- 2013/2016, diante das evidências de irregularidades e omissões na gestão dos contratos que totalizam R$116 milhões, optou por sugerir ao prefeito a necessidade de uma auditoria independente para analisar todos os contratos e procedimentos que envolveram a OS e a gestão do ex-prefeito Fernão Dias (PT).
Como se sabe, a ABBC teve uma passagem turbulenta por Bragança naquele período tendo sido questionada rotineiramente pelo Ministério Público, Câmara Municipal, imprensa e pela população. A OS era responsável pela administração e gerenciamento da Atenção Básica de Saúde, UPA e SAMU.
O fato gerador da investigação foi o reconhecimento pela Prefeitura, no apagar das luzes do mandato do ex-prefeito do PT, de uma dívida de R$ 8 milhões sem respaldo contratual ou formal. Ao assumir em 2017, o prefeito Jesus Chedid (DEM) se recusou pagar a dívida por haver suspeitas de irregularidades. Agora a sindicância e a auditoria devem passar tudo a limpo. Isso está com cheiro de Lava jato.

OMISSÃO

O relatório da comissão de sindicância também complica mais a situação do ex-prefeito Fernão Dias, além dos envolvimentos na contratação da ABBC. O documento cita o ex-prefeito “por omissão em não ter realizado nenhuma ação para melhorar a gestão dos contratos, inclusive se calando diante de condenação da Prefeitura em inúmeras ações trabalhistas em razão de solidariedade passiva por reclamações de funcionários das empresas terceirizadas da ABBC” (sic).

CONFUSÃO

Alguns contribuintes estão perplexos por receberem o carnê de IPTU duplicado. Outros por não terem sido beneficiados pelo IPTU complementar depois de provarem que a área excedente do imóvel que estava sendo cobrada não era real. A Prefeitura reconheceu a retificação da área apontada nas intimações mas o valor no carnê não foi corrigido.
Esses dois fatos inéditos foram revelados por contribuintes que procuraram a redação da GB durante a semana. Não me lembro que nos últimos 50 anos tenha ocorrido algo parecido.
Podem até ser casos isolados, mas com o afastamento temporário do cargo, do chefe da Receita, dá a impressão que o setor de Receita da Prefeitura está meio bagunçado.
A Receita é responsável pelo ordenamento e controle da burocracia da arrecadação municipal. É o sistema nervoso financeiro do município.

SINDICALIZADOS

O Juiz Eduardo Rockenbach, da 30ª Vara do trabalho de São Paulo, proferiu sentença recentemente no sentido que é inaplicável as vantagens negociadas em Acordo Coletivo de Trabalho para empregados não sindicalizados. Isso quer dizer que trabalhador não sindicalizado não tem direito aos benefícios concedidos por negociação em acordo coletivo. Leia matéria nesta edição.
O Juiz em questão acentuou na sentença: “…se é certo que a sindicalização é faculdade do cidadão, não menos certo é que as entidades sindicais devem ser valorizadas e precisam da participação dos trabalhadores, inclusive financeira, a fim de se manterem fortes e aptas a defenderem os interesses comuns.”
Decisão sábia e justa do eminente magistrado.

EMPREGADO

O ex-prefeito Jango (PSDB) não estaria desempregado como todos pensam. Ele estaria lotado no gabinete do deputado estadual Gilmar Gimenes (PP). Gilmar Gimenes é da região de Fernandópolis e em 2014 ficou suplente com pouco mais de 63 mil votos. Em 2016, devido alguns deputados terem sido eleitos prefeitos, ele assumiu a cadeira na Assembleia em 1º de janeiro de 2017.

FUTEBOL

O nosso Bragantino jogou na quinta-feira e venceu o Botafogo de Ribeirão por 2X0 na estreia no Campeonato Paulista da Série A. O público de pouco mais de 900 pagantes reflete o desinteresse do torcedor pelos jogos do Braga. O presidente Marco Chedid reclama disso toda hora.
Início do campeonato é assim mesmo, ele sabe disso. Até no jogo do Corinthians contra a Ponte no Pacaembu, o público ficou bem aquém do esperado. Os dirigentes esperam mais de R$1,2 milhão de renda e deu R$600mil. Só clássico para lotar estádio e mesmo assim com muita promoção. Que atrativo tem o Bragantino para levar o torcedor ao estádio? Os tempos mudaram e o Bragantino não é mais aquele clube de torcedor como antes. O público sabe que hoje o Braga é uma empresa milionária que revela atletas para o mundo e enriquece empresários da bola. Enfim, continua sendo pela tradição, o nosso time do coração e mesmo assim o púbico tem preferido ficar em casa acompanhado pelo rádio ou TV. Os tempos são outros.

REFLEXÃO : SALMOS:68-1:34

1- Levante-se Deus, e sejam dissipados os seus inimigos; fugirão de diante dele os que o odeiam.
2-Como se impele a fumaça, assim tu os impeles; assim como a cera se derrete diante do fogo, assim pereçam os ímpios diante de Deus.
3-Mas alegrem-se os justos, e se regozijem na presença de Deus, e folguem de alegria.
4-Cantai a Deus, cantai louvores ao seu nome; louvai aquele que vai montado sobre os céus, pois o seu nome é Senhor, e exultai diante dele.
5-Pai de órfãos e juiz de viúvas é Deus, no seu lugar santo.
6-Deus faz que o solitário viva em família; liberta aqueles que estão presos em grilhões; mas os rebeldes habitam em terra seca.
7-Ó Deus, quando saías diante do teu povo, quando caminhavas pelo deserto, (Selá.).
8-A terra abalava-se, e os céus destilavam perante a face de Deus; até o próprio Sinai foi comovido na presença de Deus, do Deus de Israel.
9-Tu, ó Deus, mandaste a chuva em abundância, confortaste a tua herança, quando estava cansada.
10-Nela habitava o teu rebanho; tu, ó Deus, fizeste provisão da tua bondade para o pobre.
11-O Senhor deu a palavra; grande era o exército dos que anunciavam as boas novas.
12-Reis de exércitos fugiram à pressa; e aquela que ficava em casa repartia os despojos.
13-Ainda que vos tenhais deitado entre redis, contudo sereis como as asas duma pomba, cobertas de prata, e as suas penas, de ouro amarelo.
14-Quando o Onipotente ali espalhou os reis, foi como a neve em Salmon.
15-O monte de Deus é como o monte de Basã, um monte elevado como o monte de Basã.
16-Por que saltais, ó montes elevados? Este é o monte que Deus desejou para a sua habitação, e o Senhor habitará nele eternamente.
17-Os carros de Deus são vinte milhares, milhares de milhares. O Senhor está entre eles, como em Sinai, no lugar santo.
18-Tu subiste ao alto, levaste cativo o cativeiro, recebeste dons para os homens, e até para os rebeldes, para que o Senhor Deus habitasse entre eles.
19-Bendito seja o Senhor, que de dia em dia nos carrega de benefícios; o Deus que é a nossa salvação. (Selá.).
20-O nosso Deus é o Deus da salvação; e a DEUS, o Senhor, pertencem os livramentos da morte.
21-Mas Deus ferirá gravemente a cabeça de seus inimigos e o crânio cabeludo do que anda em suas culpas.
22-Disse o Senhor: Eu os farei voltar de Basã, farei voltar o meu povo das profundezas do mar;
23-Para que o teu pé mergulhe no sangue de teus inimigos, e no mesmo a língua dos teus cães.
24-Ó Deus, eles têm visto os teus caminhos; os caminhos do meu Deus, meu Rei, no santuário.
25-Os cantores iam adiante, os tocadores de instrumentos atrás; entre eles as donzelas tocando adufes.
26-Celebrai a Deus nas congregações; ao Senhor, desde a fonte de Israel.
27-Ali está o pequeno Benjamim, que domina sobre eles, os príncipes de Judá com o seu ajuntamento, os príncipes de Zebulom e os príncipes de Naftali.
28-O teu Deus ordenou a tua força; fortalece, ó Deus, o que já fizeste para nós.
29-Por amor do teu templo em Jerusalém, os reis te trarão presentes.
30-Repreende asperamente as feras dos canaviais, a multidão dos touros, com os novilhos dos povos, até que cada um se submeta com peças de prata; dissipa os povos que desejam a guerra.
31-Príncipes virão do Egito; a Etiópia cedo estenderá para Deus as suas mãos.
32-Reinos da terra, cantai a Deus, cantai louvores ao Senhor. (Selá.)
34-Àquele que vai montado sobre os céus dos céus, que existiam desde a antiguidade; eis que envia a sua voz, dá um brado veemente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *