quinta-feira , novembro 23 2017
Home / Cidade / Sabesp se esquiva e não apresenta valor de patrimônio

Sabesp se esquiva e não apresenta valor de patrimônio

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) se esquivou da resposta sobre o valor do seu patrimônio no Município. Em 2015 a companhia informou em audiência na Câmara Municipal que os ativos eram de pouco mais de R$ 250 milhões, valor este que, segundo a empresa, deve ser devolvido caso a Sabesp deixe a prestação de serviços na cidade.
A nota enviada pela Sabesp é curta e sem explicação. “Em resposta à solicitação de informações do jornal Gazeta Bragantina sobre os valores atualizados dos ativos presentes no município de Bragança Paulista, a Sabesp informa que os mesmos ainda estão sendo atualizados e consolidados para atendimento de demanda recente do Consórcio Intermunicipal das Águas da Mantiqueira (Consam)”, diz.
O impasse na renovação do contrato está em vários pontos, mas os que mais se evidenciam são: a indefinição do percentual na participação dos lucros da arrecadação da companhia no Município e este valor dos ativos. Há neste ponto algumas dúvidas, pois a Sabesp recebe, em doação, todas as redes de água e esgoto dos condomínios e loteamentos criados na cidade e os agrega ao patrimônio. Daí nasce uma das discussões sobre o valor do patrimônio.
A Sabesp defende que se a Prefeitura abrir uma licitação e contratar outra empresa deverá então pagar todo o investimento feito na cidade ao longo de 40 anos. mas, segundo a Prefeitura o valor não é justo. Sendo assim, está estabelecida a queda de braço. O Consan foi criado este ano para buscar uma solução para o impasse e a diretoria, recém-eleita já adiantou que fará uma consulta pública sobre a possibilidade de uma licitação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *