domingo , abril 23 2017
Home / Saúde / Região propõe formação de consórcio para o saneamento básico

Região propõe formação de consórcio para o saneamento básico

O prefeito Jesus Chedid tem buscado soluções para os problemas enfrentados com a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo – SABESP, que atua há mais de sete anos sem contrato em Bragança.
Por intermediação do deputado estadual Edmir Chedid, o prefeito vem se reunindo com vários municípios da região, que passam pelos mesmos problemas. Porém, as tratativas para a renovação do contrato com a Companhia não avançaram.
A administração municipal já esteve na Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos do Estado de São Paulo e Secretaria Nacional de Saneamento Básico e formou ainda uma comissão especial com representantes da Prefeitura e SABESP para tratar do assunto, mas por enquanto sem consenso que viabilizasse solução.
Na segunda-feira, 17, uma nova reunião aconteceu entre o prefeito Jesus Chedid, vice Amauri Sodré, Jair Fernando Gonçalves (Tuiuti), Lauro de Lima ( Pinhalzinho), Murilo Pinheiro (Nazaré Paulista), Silvino Cintra (Piracaia), Silas Marques (Vargem), Maria Jerusa (Pedra Bela) e Beth Chedid (Bragança) dando continuidade às discussões relacionadas ao saneamento nos município e situação da SABESP.
Após amplos debates, dada a dificuldade de renovação do contrato com a SABESP, foi proposta a criação de um Consórcio Intermunicipal para administrar o saneamento básico nos municípios da região. Um dos objetivos é viabilizar a gestão pública e solucionar problemas comuns por meio de políticas e ações conjuntas.
O Consórcio Intermunicipal seria uma parceria entre Bragança, Vargem, Joanópolis, Pedra Bela, Socorro, Nazaré Paulista, Tuiuti, Piracaia e Pinhalzinho, além de outras cidades da região, para a realização de ações conjuntas, incrementando a qualidade dos serviços públicos prestados à população da região quanto ao saneamento básico. O consórcio possibilitaria o aumento de eficiência e de qualidade dos serviços ofertados, e discutiria formas de promover o desenvolvimento regional.
A criação do consórcio pode produzir resultados positivos, como o aumento da capacidade de realização, maior eficiência do uso dos recursos públicos, realização de ações inacessíveis a uma única prefeitura, aumento do poder de diálogo e negociação dos municípios e transparência das decisões públicas.
Saneamento básico é o conjunto medidas que visam garantir a preservação ambiental e manutenção de resíduos, através de serviços de abastecimento de água potável, esgotamento sanitário, drenagem, limpeza urbana e manejos de resíduos sólidos e de águas pluviais. Trata-se de serviços fundamentais para a saúde de toda a sociedade e para o meio ambiente, além de ser um fator essencial para o desenvolvimento econômico e social.
Um novo encontro entre os prefeitos foi agendado ainda para abril, oportunidade na qual será estudada a estrutura a formação do consórcio.

Jesus e Amauri reunidos com representantes de cidades da região
Jesus e Amauri reunidos com representantes de cidades da região

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *