quarta-feira , outubro 17 2018
Home / Colunas / Gaudêncio Torquato

Gaudêncio Torquato

O vento na direção do capitão

Meu pai, que sabia quando ia chover só em olhar para a formação de nuvens no nascente e no poente, dizia: “quando o vento vem numa direção, ninguém desvia seu rumo”. Costumei aplicar a pequena lição à política. Quando o vento corre na direção de um candidato, não há barreira …

Ler na integra

Ingovernabilidade à vista

“Nenhum homem pode banhar-se duas vezes no mesmo rio, pois na segunda vez o rio já não é o mesmo, tampouco o homem”. Nada mais adequado de que o conhecido pensamento de Heráclito de Éfeso (535 a.C. a 475 a.C) para lembrar ao candidato do PT à presidência da República, …

Ler na integra

Os Joões no poço

Começo pinçando uma parábola de Carlus Matus, o especialista em planejamento estratégico situacional que foi ministro de Salvador Allende no Chile:“não vê que não vê, não sabe que não sabe”. João cai em um profundo poço de paredes verticais. Usa por horas a fio suas forças para escalar as paredes. …

Ler na integra

Mais emoção ou mais razão?

A cinco semanas do pleito, nuvens pesadas continuam a empanar o cenário. Ainda não enxergamos os atores do palco no segundo turno, mas dá para distinguir traços que poderão influenciar a decisão final do eleitor, a começar por duas alavancas que mexem com o sistema cognitivo: a razão e a …

Ler na integra

Pedras sobre o judiciário

A esta altura, já se pode dizer que haverá um grande derrotado no pleito deste ano: o Judiciário. Seja quem for vitorioso – um candidato das margens da direita, da esquerda ou do centro – a administração da Justiça no Brasil sairá com manchas em seus corpos, pertençam eles aos …

Ler na integra

Os três tipos de campanha

A partir de 31 de agosto, estaremos submetidos, durante 35 dias, a uma bateria de mensagens de cunho eleitoral, que se desdobrarão em três vértices: a) a glorificação de candidatos, com ênfase no potencial do “EU” e slogans de arremate: eu fiz, eu faço, eu farei; b) a demonização do …

Ler na integra

À DIREITA, VOLVER

*Gaudêncio Torquato O dado abre uma boa reflexão: a campanha eleitoral deste ano reúne o maior número de candidatos militares dos tempos de redemocratização: 90. O que também chama a atenção é a quantidade de convocados para compor chapas majoritárias aos governos estaduais. Em São Paulo, duas tenentes coronéis comporão …

Ler na integra

Um país dividido

*Gaudêncio Torquato A pouco mais de dois meses do pleito de 7 de outubro, não se sabe quem se sentará na cadeira presidencial, mas um cenário já está bem definido: seja quem for o eleito, comandará um país rachado, com bandas em litígio. De um lado, grupos oposicionistas, alguns sob …

Ler na integra

Quem é o vice?

*Gaudêncio Torquato Quem é o vice? Eis a pergunta central da semana. Quando Alckmin e o Centrão davam como certo o nome do Josué Gomes, filho do falecido ex-vice-presidente da República, José Alencar, para compor sua chapa, o mineiro dono da Coteminas sinaliza desistência. Josué animaria o 2º maior colégio …

Ler na integra

O enigma bolsonaro

*Gaudêncio Torquato Como se explica o enigma Bolsonaro? Lidera as pesquisas, principalmente quando Lula não aparece como candidato, mas o PR e o PRP acabam de recusar parceria com seu partido, o PSL, que esperava o apoio de uma onda bolsonarista com 100 deputados. Até agora este contingente não deu …

Ler na integra