Na quinta-feira, 17, a Prefeitura distribuiu cerca de 15 mil ovos de páscoa aos alunos da Rede Municipal de Educação. A vice-prefeita, Professora Huguette,
"Mais importante que o fato é a notícia do fato"
DIRETOR RESPONSÁVEL: PAULO ALBERTI FILHO
Cotidiano Esportes Policial Saúde Educação Editorial Cultura Colunas GB Norte
assine | contato
Estadual do PSDB, presidida pelo deputado federal Duarte  Nogueira, destituiu a comissão executiva provisória de Bragança  Paulista, em reunião ocorrida na noite de segunda-feira, 23, na  sede do partido, na capital. Por unanimidade, depois da explanação do ex-prefeito João  Afonso Sólis (Jango) e de indicação do dep. Ramalho da  Construção, vice-presidente da Executiva Estadual, os membros  decidiram dissolver e, automaticamente, cancelar o edital que  convocou a convenção municipal agendada para o próximo dia 8  de março.  A decisão foi motivada pela inoperância do partido em Bragança  desde a instituição da comissão provisória hora dissolvida,  caracterizada pela ausência de reuniões ordinárias e estatutárias desde 2013. Ainda nesta semana, Jango deverá reunir filiados  para formação de uma nova Comissão Provisória e apresentar à  Executiva Estadual na segunda-feira, 2 de março. O jornalista Paulo Alberti Filho, diretor dos jornais Gazeta  Bragantina e GB Norte, convidado pelo deputado Ramalho da  Construção, acompanhou a reunião da Executiva Estadual. Leia matéria na integra
Nem bem chegou para comandar a equipe no  Paulistão 2015 e o técnico Márcio Araújo já tem que  assimilar dois desfalques e duas dúvidas em sua  equipe. Os volantes Adílson Goiano e Léo Gago  estão fora do jogo por cumprir suspensão  automática. O primeiro por ter recebido o terceiro  cartão amarelo e o segundo porque foi expulso na  derrota para o Botafogo em Ribeirão Preto. Além  disso, o lateral-esquerdo Thiago Feltri tomou uma  pancada na coxa esquerda e é dúvida. Com ele  também preocupa o zagueiro Ferreira, que sentiu a  coxa no final da partida em Ribeirão. Leia matéria na integra
Mais um descaso incomoda a população. Desta vez o “Tamo na  roça” denuncia o perigo que moradores estão sujeitos na rua Rua Rosa Vichiatti, bairro  Vila Aparecida. Na calçada ao redor da pracinha, há uma cratera e um bueiro  aberto. Segundo os moradores, há pessoas no bairro que são  deficientes visuais e muitos idosos. O local também é bastante  frequentado pelas crianças.
A seccional paulista da Ordem dos Advogados, na primeira  sessão ordinária do ano, aprovou na segunda-feira, 23, por  unanimidade, o ajuizamento de ação direta de  inconstitucionalidade perante o Tribunal de Justiça de São  Paulo contra a Resolução da Câmara Municipal de Bragança  que aumentou os subsídios dos vereadores dentro da própria legislatura. O salário passou de R$6.672,85 para  R$7.455,00. Leia matéria na integra
“Tamo na roça!”- 21
O Posto de Atendimento ao Empreendedor (PAE) informa que estão abertas as  inscrições para o processo seletivo de implantação de mais um serviço do SEBRAE, o  programa ALI (Agentes Locais de Inovações). Para região de Jundiaí, que abrange  Bragança Paulista, poderão ser contratados até 31 interessados, os quais serão  bolsistas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico (CNPq). Leia matéria na integra
Artistas que tiverem interesse em se apresentar em Bragança podem se inscrever em  edital que vai selecionar as atrações em atividades teatrais, circenses, musicais, de  dança, cultura tradicional, encontro com escritores, exposições de artes visuais, desfiles  de moda, exposições temáticas, contação de história, palestras, feiras, concursos,  congressos, convenções, festivais e encontros culturais, mostras temáticas e exibições  de filmes, oficinas e workshops culturais e residências artísticas. Leia matéria na integra
Mais um capítulo das peripécias dos vereadores foi assistido pela imprensa e pelas  poucas pessoas que acompanharam a sessão de terça-feira, 24, na Câmara Municipal.  Teve bate-boca, indiretas e os alguns ânimos foram exaltados. O motivo foi a discussão  do projeto de emenda à Lei Orgânica Municipal nº 03/2014, de autoria do vereador  Miguel Lopes (PSD). O projeto que previa a redução de 19 para 11 vereadores para a  próxima legislatura foi rejeitado. Leia matéria na integra
Auxílio-aluguel poderá custar R$20 mil para a Prefeitura
Foi sancionada a Lei nº 4457, que autoriza o município realizar locação de imóveis para  atendimento de famílias em situação de vulnerabilidade social ou insalubridade  habitacional (auxílio-aluguel). A Câmara Municipal aprovou o projeto do Executivo na  sessão da semana passada, dia 18. Leia matéria na integra